A obesidade infantil tem crescido em ritmos alarmantes no Brasil.14,30% das crianças brasileiras entre 5 e 9 anos são obesas, e 33,50% têm excesso de peso, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que também prevê uma estimativa de aumento de 2% ao ano.

Isso acaba por limitar o aproveitamento pleno da infância, favorecendo o desenvolvimento de problemas de saúde como:

  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Níveis altos de colesterol e triglicérides
  • Transtornos psicológicos como baixa auto-estima e depressão
  • Dificuldade para brincar e praticar esportes
  • Problemas com os ossos e articulações
  • Alterações no sono
  • Puberdade precoce ou irregular

A obesidade na infância e adolescência está fortemente relacionada à obesidade na vida adulta. As consequências da doença se tornam mais graves e evidentes, principalmente os problemas cardíacos.

Combatendo a obesidade infantil

Alimentação

Crianças precisam consumir a quantidade adequada de frutas e vegetais, com fartura de nutrientes para garantir um crescimento saudável. O principal problema alimentar das crianças é o excesso de açúcar e gordura, que devem ser limitados para evitar a obesidade, a diabetes e o colesterol alto. Os pais devem se responsabilizar e contribuir para uma boa alimentação, desde o mercado:

  • Controle a compra de comida muito processada e industrializada
  • Restrinja o consumo de refrigerantes
  • Ofereça frutas e vegetais variados dentro de casa.

Excesso de telas

É comum que as crianças substituam brincadeiras corporais por jogos eletrônicos, vídeos, entre outras formas de entretenimento que requerem pouquíssimo gasto de energia. Assim, o sedentarismo se tornou outro grande problema nessa geração de crianças, um fator diretamente associado à obesidade. Os pais podem sugerir e participar de alternativas de brincadeiras, jogando bola, levando ao parque, chamando amiguinhos para brincar. É importante lembrar que os jogos e desenhos animados não precisam ser condenados – o problema sempre é o excesso. As telas podem, inclusive, ser aliadas da nossa saúde.

A operadora de planos de saúde Amil desenvolveu uma campanha de combate à essa epidemia, denominada Obesidade Infantil NÃO. Nessa plataforma você vai encontrar uma série de dicas para incentivar uma vida saudável para a criança, como receitas e brincadeiras divertidas e saudáveis. Para os pais que estão preocupados com a saúde dos filhos e desejam tomar uma atitude, se informar e buscar soluções é uma ótima iniciativa.

 

Você precisa de um Plano de Saúde

Conte com uma consultoria especializada, que busca avaliar o melhor plano de saúde, de acordo com a sua necessidade – sem cobrar nada a mais por isso.
WhatsApp chat